Monsaraz tem o melhor hotel na Península Ibérica para os leitores da Condé Nast

O hotel São Lourenço do Barrocal foi fundado há 201 anos e fica no coração do Alentejo

Comparte el artículo:

A revista norte-americana Condé Nast, especializada em turismo, escolheu o hotel São Lourenço do Barrocal, em Monsaraz, como a melhor unidade hoteleira da Península Ibérica. Para além de ter o melhor hotel ibérico, os leitores da revista elegeu Portugal como o melhor país do mundo a visitar numa lista de 20 nações.

Este hotel alentejano, com 201 anos, foi fundado em 1820 e fica numa herdade com 780 hectares. Neste hotel, os turistas podem passear a cavalo, piqueniques debaixo de uma árvore, passear de bicicleta, observar pássaros, fazer provas gastronómicas (com produtos locais) e de vinhos, fazer tratamentos de spa ou conhecer vestígios arqueológicos, como é o caso do Cromeleque do Xarez ou do Menir do Outeiro. O Barrocal é um hotel que tem como principal premissa a autenticidade da agricultura e da paisagem marcante do Alentejo. Fazer do monte a casa dos turistas nas férias foi o atractivo que levou a que os leitores da revista dessem 99,33 pontos a esta unidade hoteleira alentejana que oferece aos seus visitantes casas e quartos.

Em Monsaraz, onde é possível ter uma vista panorâmica do Alqueva, é possível ver várias exposições na Galeria de Arte da Igreja de Santiago e os aficionados da festa brava pretendem que o concelho de Reguengos de Monsaraz possua um estatuto excepcional semelhante àquele que Barrancos tem e que permite que haja tourada de morte.

Para além do Barrocal, o The Yeatman Hotel (no Porto), o Savoy Palace (na Madeira), o Infante Sagres (no Porto) ou Tivoli Palácio de Seteais Sintra Hotel são outras unidades hoteleiras portuguesas que para os leitores da revista Condé Nast devem ser visitadas.

Noticias Relacionadas

Socorro, querem fragmentar o português!

As diferenças atuais entre o português europeu e o brasileiro justificam que essas duas variantes se separem oficialmente como se fossem dois idiomas distintos? Não