Símbolos da Jornada Mundial da Juventude de Lisboa vão fazer peregrinação a Espanha

A JMJ vai acontecer apenas em 2023 devido a pandemia mas os símbolos chegam a península Ibérica neste outono

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

Os principais símbolos da Jornada Mundial da Juventude de Lisboa, a cruz e a Nossa Senhora Salus Populi Romani, vão estar em peregrinação pelas dioceses das diferentes localidades espanholas durante os meses de Setembro e de Outubro. A passagem pela fronteira vai acontecer a 5 de Setembro, com os símbolos a chegarem ao meio-dia à paróquia de María Auxiliadora de Fuentes de Oñoro, na Diocese de Ciudad.

Nas pequenas cidades, os símbolos vão estar presentes apenas um dia. Já em Madrid, Barcelona, Sevilha e Valência a cruz e o ícone vão estar em exposição durante quatro dias. Também haverá uma peregrinação às Ilhas Canárias. Na última data, 29 de Outubro, os símbolos estarão presentes em Ayamonte, na Diocese de Huelva, onde haverá uma celebração que vai marcar a despedida de Espanha e a entrada em Portugal que deverá acontecer pelo Guadiana. O mesmo percurso deverá acontecer no lado português durante o mês de Novembro.

Estas peregrinações dos símbolos, segundo o Comité Organizador Local da JMJ 2023, servem «para serem anunciadores do Evangelho e acompanharem os jovens, de forma especial, nas realidades em que vivem”. A cruz de madeira tem uma altura de 3,8 metros e o ícone de Nossa Senhora foi introduzido pelo antigo Papa João Paulo II como símbolo da presença de Maria junto dos jovens.

A XXXIII Jornada Mundial da Juventude é um evento religioso que vai decorrer em Lisboa em 2023 sob o mote «Maria levantou-se e partiu apressadamente». O tema da jornada, «Há pressa no ar», também já é conhecido.

Noticias Relacionadas