Espanhol Português

A Gulbenkian e a fundação espanhola «La Caixa» vão apoiar a inclusão social através da arte nas suas mais diversas formas.

A iniciativa conjunta «PARTIS & Art for a Change», que num primeiro período seleccionou 132 candidaturas para avaliação e que versavam disciplinas que iam desde o teatro, a música ou as artes visuais, vai apoiar 16 projectos que permitem através da arte chegar às mais diversas comunidades em todo o país, inclusive ilhas.

Das candidaturas escolhidas para a primeira edição desta iniciativa de impulsionamento das artes em contexto social destacam-se grupos de teatro que envolvem surdos ou pessoas com visão reduzida, uma orquestra infantil com crianças de três comunidades açorianas, uma companhia só com pessoas com mais de 60 anos ou a iniciação às artes circenses através de um «trampolim».

Os 16 projectos escolhidos vão ser colocados em prática a partir de Janeiro de 2021 e durante um período que pode ir dos dois aos três anos vão contar com um apoio monetário de 1,5 milhões de euros para que possam demonstrar que «as artes podem contribuir para a construção de comunidades mais sustentáveis e coesas».

A «La Caixa» tem desde 2008 a iniciativa «Art for Change», que apoia projectos artísticos que promovem a transformação social no país.

Já a Fundação Calouste Gulbenkian apoia, desde 2013, ideias inovadoras de intervenção social através das áreas artísticas com o programa PARTIS.

Com três edições já realizadas, a fundação portuguesa já ajudou 48 projectos, num total de três milhões de euros de financiamento gastos.