Guarda Civil espanhola e GNR promovem turismo com segurança na fronteira

A Guarda Nacional Republicana e o instituto armado espanhol mantêm uma intensa cooperação

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A Guarda Civil espanhola e a Guarda Nacional Republicana (GNR) desenvolveram um dia de trabalho conjunto para promover o turismo com segurança na zona da fronteira espanhola, conforme noticiou o Instituto Armado em comunicado.

O dia, promovido pelo comando territorial de Bragança da GNR, realizou-se em Miranda do Douro, e contou com a presença do comando da Guarda Civil de Zamora, entre eles o comandante. Chefe de Operações, Jesús González.

A sessão de trabalho sobre “segurança como promotora do turismo nos territórios fronteiriços” incluiu uma apresentação do capitão-chefe da Unidade orgânica de Polícia Judiciária da Guardia Civil de Zamora, Juan Manuel Vicente.

Nela, este chefe do Instituto Armado abordou a segurança e os serviços destinados à proteção do turismo na província de Zamora, especialmente os da zona fronteiriça com Portugal.

Com esta atividade de formação pretendeu valorizar a segurança local e transfronteiriça e, desta forma, apoiar e promover um “turismo seguro” para “potenciar e positivizar o turismo” na região portuguesa de Trás-os-Montes e na zona fronteiriça de Zamora.

A participação da Guardia Civil tem servido para expor os problemas que afetam a segurança do turismo na fronteira e as soluções que lhe são dadas na parte espanhola.

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários

Deixe um comentário