Espanhol Português

“O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, sacudiu os fundamentos da cooperação Espanha-Portugal e, acima de tudo, desperta o sentimento ibérico e europeu ao mesmo tempo”, afirmou em declarações exclusivas ao TRAPÉZIO, o director executivo da Eurocidade Chaves-Verín, Pablo Rivera. No entanto, acredita que “um autarca não tem o poder de mudar as estruturas do Estado que precisamos para realizar tal projecto”.

As cimeiras ibéricas entre os próprios governos, como demonstram os seus calendários caóticos, estão sujeitas à volatilidade dos ciclos eleitorais. Por isso, para Pablo Rivera não existe atualmente “nenhuma estratégia ibérica”.

Para estabelecer esta estratégia, o director executivo da Eurocidade propõe a criação de Secretarias de Estado conjuntas de “Iberia Global”, com base na ideia da experiencia de “Espanha Global” como “projecção externa”, “desde que haja reciprocidade”. Para Rivera, “seria um passo político brutal para a futura integração ibérica” e para alcançar acordos urgentes sobre saúde, eletricidade, línguas, mobilidade e transportes transfronteiriços.

A proposta seria criar uma “Secretária de Estado da Ibéria Global” no Ministério dos Negócios Estrangeiros português e outro no Ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol. O modelo de “Espanha Global” desenvolve e pratica uma estratégia, no domínio da diplomacia pública e económica, para melhorar a reputação e a internacionalização do país.

 

Foto: Por semelhança à marca Iberia Global, escolhemos a foto da IBERICC GLOBAL, que é um projeto de promoção da internacionalização das Indústrias Culturais e Criativas (ICCs) em territórios transfronteiriços de Espanha e Portugal através do cooperação e implementação de novos modelos, ferramentas digitais e estratégias para o sector, financiados pelo fundo FEDER.