Espanhol Português

O projecto europeu Smart Comunidad Rural Digital SmartCRD publicou os resultados do estudo sobre o “Diagnóstico do estado actual na matéria Smart Rural na zona transfronteiriça de Espanha-Portugal”, alertando para o “baixo nível de alfabetização digital” da população rural transfronteiriça.

Um diagnóstico “inteligente” aborda os desafios dos serviços públicos nas zonas rurais transfronteiriças.

Este estudo, liderado pela Direção Geral de Telecomunicações e Transformação Digital da Conselheria do Fomento e Meio Ambiente da Junta de Castilla y León, incide que também é necessário “potenciar a administração digital e o governo aberto nas administrações locais” da Raia.

Este relatório conclui que também é “essencial” que estas zonas contem com “umas infraestruturas de telecomunicações de qualidade para o desenvolvimento do mundo rural e das novas actividades económicas”.

Do mesmo modo, este estudo colocou a nu outras necessidades do mundo rural transfronteiriço, como são os transportes, os serviços sociais, saúde, educação e o potencial patrimonial que albergam.

Este diagnóstico, segundo destacou a Junta, tem como objectivo conhecer a situação actual da zona transfronteiriça em relação aos serviços públicos inteligentes e a aplicação das tecnologias nas zonas rurais, identificando as debilidades, ameaças, fortalezas e oportunidades das zonas nesta matéria, detectando as prioridades de actuação para melhorar a situação tecnológica das zonas rurais estudadas.

Este documento está destinado, principalmente, para as administrações locais e outros agentes envolvidos no desenvolvimento tecnológico inteligente nas zonas rurais transfronteiriças de Espanha e Portugal.