Espanhol Português

(NOTA ÀS 14:00 DE LISBOA DO DIA 06/04/2020: O Governo de São Tomé e Príncipe acabou de anunciar quatro positivos em covid-19)

 

“São Tomé e Príncipe quer continuar a figurar nesta lista muito pequena de países que ainda não têm casos de coronavírus”, declarou sexta-feira, o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus no final de mais uma reunião do comité de crise face a pandemia.

Este arquipélago, africano e lusófono, é o único território livre da pandemia na iberofonia (conjunto de países de língua portuguesa e espanhola).

O chefe do Governo sublinhou que “esta doença é muito grave; temos acompanhado a sua evolução global e estamos a fazer tudo o que podemos para impedir que chegue às nossas fronteiras”.

Jorge Bom Jesus agradeceu “a todos os órgãos de soberania, partidos políticos, à sociedade civil e a todos aqueles que ajudaram o governo neste processo de prevenção à doença”. E também apelou a “quem não quer ajudar, por favor, não atrapalhem”, afirmou o primeiro-ministro.

Apesar do bom dado, o Presidente da República, Evaristo Carvalho, prolongou o estado de emergência de saúde por mais 15 dias, até 15 de abril.

A Organização Mundial de Saúde enviou um lote de equipamento de proteção na passada quarta-feira. São Tomé e Príncipe não tem capacidade técnica para fazer testes. Em vez disso, recolhe amostras e envia-as de avião, numa altura de tráfego aéreo baixo, para Portugal e Gabão. Até agora, nenhuma das dezenas de amostras enviadas para laboratórios estrangeiros deu positivo em covid-19.

Os 19 países que ainda não têm casos de coronavírus são: Comores, Kiribati, Lesoto, Malawi, Ilhas Marshall, Micronésia, Nauru, Coreia do Norte, Palau, Samoa, São Tomé e Príncipe, Ilhas Salomão, Sudão do Sul, Tajiquistão, Tonga, Turquemenistão, Tuvalu, Vanuatu e Iémen.

A República Democrática de São Tomé e Príncipe É um país africano formado por várias ilhas localizadas no Golfo da Guiné, a noroeste da costa do Gabão, localizado perto da Zona Económica Exclusiva (ZEE) da Guiné Equatorial. As ilhas mais importantes são São Tomé; e Príncipe. É o maior microestado do mundo.