Praias Fluviais da Amazônia parte 2

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

As belas praias fluviais de água doce da Amazônia surpreendem turistas locais e estrangeiros, atraídos principalmente pela beleza rústica aproveitam para mergulhar na época mais quente do ano.

 

O bioma amazônico se estende por sete estados brasileiros, mas nos centraremos em dois deles: Amazonas e Pará, com atenção a cinco praias fluviais de grande beleza e estado semisselvagem. Sugerimos um roteiro fantástico, com diferentes opções, mas com características semelhantes.

 

Alter do Chão – Santarém

Em plena floresta amazônica, a 37 quilômetros do município de Santarém no Pará, encontramos a praia de águas claras de Alter do Chão. Conhecida como o “caribe amazônico” é banhada pelo Rio Tapajós, possui paisagens incríveis de beleza, ganhou reconhecimento internacionalmente em 2009, quando o jornal britânico The Guardian a considerou a praia de água doce mais bonita do mundo.

 

Para desfrutar do melhor da praia é aconselhável visitar Alter do Chão durante os meses de julho e fevereiro, época em que o nível da água fica mais baixa. A vila também ficou conhecida pelo famoso festival do Sairé, que mistura elementos religiosos e profanos, apresentando muita música e dança.

Paraíso – Ilha de Mosqueiro

A poucas horas de Belém, capital do estado do Pará a Ilha do Mosqueiro é um complexo de 17km praias banhadas por águas do Rio Pará, afluente do grandioso Amazonas. Suas águas, de coloração barrenta desenha um bonito cenário na praia do Paraíso, onde as ondas grandes e o ir e vir das marés assemelham-se ao mar aberto.

 

Caripi-Barcarena

A praia de Caripi em Barcarena/Pará tem águas escuras, quentes e tranquilas que contrastam com a areia dourada. Nela o pôr do sol é um espetáculo à parte, importante ponto a favor é que possui uma boa infraestrutura, em razão da qualidade e conforto dos hotéis e restaurantes disponíveis na região.

 

Ilha de Marajó

Também no estado de Pará, está banhada pelas águas dos Rio Amazonas, Tocantins e pelo oceano Atlântico. É considerada a maior ilha fluviomarinha do mundo e umas das áreas de preservação mais importantes da Amazônia, num arquipélago que reúne 2.500 pequenas ilhas.

 

Nesta porção Amazônica a natureza exuberante é vista através da diversidade animais exóticos, como aves diversas, mas também ‘Búfalos’ representando o maior rebanho do país, com 600 mil cabeças. Os turistas podem fazer o tradicional passeio com búfalos, onde é possível montar no animal. 

 

Outra opção é praticar a equitação, comumente encontramos cavalos que andam soltos pelo local. O Marajó também é excelente para a pesca e a prática de esportes na natureza. Além das praias, que tem grandes extensões nas cidades mais conhecidas da ilha: Soure e Salvaterra. A Praia Grande de Salvaterra é muito apreciada pelos turistas.

Praia do Tupé – Amazonas

 

O Amazonas é o Estado que abriga a maior bacia hidrográfica do mundo e também possui belas formações de areias finas e brancas.

 

O contraste de areias finas e brancas com as águas negras de rio dá vida a uma das mais paradisíacas e belas praias fluviais do Brasil. A praia do Tupé está na confluência dos rios Negro e Igarapé Tarumã, em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável que prega pela sustentabilidade e o retorno financeiro à população local.

 

Além da praia, os visitantes podem conhecer o modo de vida tradicional dos habitantes locais, com a possibilidades de trilhas, aquisição de artesanato feito a partir do reaproveitamento de matéria-prima da floresta, também existe a possibilidade de pernoitar, nas pousadas comunitárias.

 

As trilhas ecológicas, como a do Sauim-de-Coleira, na comunidade Julião, são outras alternativas ao visitante. A trilha permite o contato com a flora amazônica e os guias que informam sobre as atrações da floresta.

 

O turismo na Amazônia é algo único, uma mistura entre sentir a natureza em estado puro e vivenciar centenas de paisagens exóticas através de suas praias paradisíacas. Sem dúvidas, as terras amazônicas nos esperam com cenários perfeitos e lugares muitas vezes ainda intactos. Por isso, também é uma forma de proteção ambiental pois atrai interesses e cuidados especiais.

 

Os ibéricos serão bem recebidos em minha terra amazônica, especialmente paras atividades sugeridas, que são garantia de uma enriquecedora experiência e novas sensações, além de estar em contato com a natureza, a oportunidade de conhecer uma cultura incrível.

FOTO: ROBERVALDO ROCHA / SEMCOM

Noticias Relacionadas