Con el patrocinio de:

20% lucro do Grupo CaixaBank provém da sua filial portuguesa (BPI)

Desde 2018, o grupo espanhol detem 100% das ações do Banco Portugués de Investimento (BPI)

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O Grupo CaixaBank obteve um lucro atribuível de 1.705 milhões de euros em 2019. Dos quais 332 milhões, 20 milhões do total, foram gerados no mercado português através da sua subsidiária: o Banco Português do Investimento (BPI).

Excluindo Portugal, o restante da contribuição para o resultado do Grupo é distribuído tanto pelo negócio bancário e de seguros, 1060 milhões (62%), quanto do negócio das participações, 313 milhões (18%).

Em 1995, la Caixa entrou como acionista minoritário no BPI. Em 2012, tornou-se primeiro acionista (44,1%). E, desde o final de 2018, o BPI faz parte do Grupo CaixaBank, porque o banco espanhol passou a deter todo o capital do banco português.

O Banco Portugués de Investimento (BPI) é a quinta maior instituição financeira a operar em Portugal em termos de ativos, com uma quota de mercado de 10% em crédito e em depósitos de clientes. Tem sede no Porto e está focada na atividade bancária comercial em Portugal.

O BPI detém ainda participações minoritárias nos bancos africanos (48,1% do BFA em Angola e 35,67% do BCI em Moçambique).

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários

Deixe um comentário