Espanhol Português

O verão é a altura do ano mais propícia para o turismo e agora que as fronteiras reabriram, e mesmo com menos turistas a entrarem em fronteiras nacionais, é normal que queira relaxar e viajar. Só que muitos não sabem o que fazer ou não fazer «fora de portas». Para saber quais são as regras que deve seguir caso queira fazer turismo em território nacional, fique atento às próximas linhas para que possa voltar a «abraçar» (isto de uma forma metafórica, como é óbvio) as belezas naturais e culturais que o país nos oferece.

Na chegada a Portugal continental, isto se vierem de avião, todos os passageiros têm que preencher um formulário e passam por uma câmara que mede a temperatura para garantir que ninguém apresenta os sintomas associados a Covid-19. Não existe uma lista de países «proibidos» (tal como acontece no Reino Unido) e o teste antes da viagem não é obrigatório. O mesmo não acontece nos arquipélagos. Nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores é obrigatório a apresentação de um teste negativo, que deve ser apresentado 72 horas antes do embarque. Caso não o possam fazer, na área dos aeroportos poderão fazer um teste de forma gratuita mas terão que fazer um isolamento profiláctico (em hotel indicado pelas autoridades da região) até que o resultado saia.

Desde dia 1 de Julho, com a abertura da Raia, a chegada a Portugal também pode ser feita de carro. O mesmo não acontece por via marítima. O desembarque de navios cruzeiros continua a ser proibido. Apenas nacionais ou residentes no país podem cá desembarcar.

Sobre a máscara, esta é obrigatória em transportes públicos (e aconselhada nas viaturas privadas), monumentos ou sempre que entre dentro de uma loja. Aliás, caso não traga máscara os estabelecimentos têm o direito de vetar a entrada ao cliente e nas 19 freguesias da zona de Lisboa que preocupam mais as autoridades estatais, existem multas para quem não use protecção facial ou não respeite o distanciamento social de 2 metros.

Se estiver no interior de um espaço de restauração, deve manter a máscara o tempo todo, retirando-a apenas enquanto estiver a consumir. Ainda sobre o uso da máscara, e isto se estiver ao ar livre, como é o caso de uma esplanada ou um jardim, não precisa de a colocar. Caso queira ir ao cinema ou ao teatro, e para além de ter que usar máscara ou viseira, o seu lugar terá que ser marcado anteriormente.

Selo «Clean&Safe» e semáforos na praia

Todos os estabelecimentos abertos ao público adoptaram as medidas de higiene requeridas e para comprovar a sua segurança apresentam o selo «Clean&Safe», criado pela DGS e pelo turismo de Portugal. Este selo está presente em 55% das unidades turísticas.

Algo que também deve ter cuidado é com os ajuntamentos públicos. Estes podem, exceptuando na zona da Grande Lisboa, ir até às 20 pessoas (esta situação muda um pouco se estivermos a falar de pessoas da mesma família) e uma das grandes consequências desta pandemia é que os festivais de música, que animavam o verão dos portugueses e turistas, foram adiados para 2021. A maioria das atracções estão abertas mas com capacidade reduzida e, como é no caso dos restaurantes, com um horário que não ultrapassa as 23 horas.

O turismo balnear é muito importante para a economia portuguesa e com mais de 500 kms de praias, é normal que esteja ansioso/a por estender a sua toalha no areal. Mas antes de o fazer, saiba que as praias também estão sujeitas a um limite de ocupação. Esta sinalização funciona com o sistema de semáforos e para ter um dia de praia calmo visite a app «Info Praia» ou o site da Associação Portuguesa do Ambiente – https://infopraia.apambiente.pt/. Os dados são actualizados ao minuto nestes locais. Quando já estiver junto do mar, não esqueça que deve colocar o seu chapéu-de-sol a 2 metros do «vizinho» e os desportos no areal são proibidos.

Caso esteja em território nacional e apresente algum sintoma relacionado com a Covid-19, contacte o Serviço Nacional de Saúde através do telefone 808 24 24 24 (SNS24).

Agora que já sabe um pouco mais sobre o que deve e não deve fazer, prepare-se para as férias!